Como medir e melhorar o bem-estar na sua empresa

Hoje o bem-estar dos colaboradores é um valor para o sucesso empresarial. 

Compreender como as pessoas se sentem no local de trabalho é uma estratégia inteligente para impulsionar a produtividade, a satisfação dos funcionários e a retenção de talentos. 

Neste artigo falamos da importância do bem-estar nas empresas e trazemos ideias sobre como os gestores de RH podem medir e melhorar o ambiente de trabalho.

Por que o bem-estar se tornou tão importante para as empresas?

De acordo com o Panorama do Bem-estar corporativo, 96% dos colaboradores buscam organizações que priorizam o bem-estar

As principais razões são:

  1. Desempenho organizacional: funcionários saudáveis e felizes tendem a ser mais engajados e produtivos. Um ambiente de trabalho positivo promove a criatividade, a inovação e o trabalho em equipe. Ou seja, melhora o desempenho geral.
  2. Retenção de talentos: Empresas que se preocupam com o bem-estar de seus funcionários geralmente possuem taxas mais baixas de rotatividade. Funcionários que se sentem valorizados ficam na empresa por mais tempo. É economia com contratação e treinamento de novos colaboradores.
  3. Saúde mental e física: Um ambiente de trabalho estressante ou tóxico pode levar a problemas de saúde mental e física entre os funcionários. Investir no bem-estar dos colaboradores melhora sua qualidade de vida e reduz os custos com licenças médicas e absenteísmo.
  4. Imagem da marca: Empresas que priorizam o bem-estar são percebidas como empregadores responsáveis e ficam mais propensas a atrair talentos de alto nível e melhorar a reputação da marca.

Indicadores de bem-estar nas empresas

Medir o bem-estar no local de trabalho é essencial para identificar áreas de melhoria e avaliar as iniciativas. 

Alguns indicadores-chave que os gestores de RH podem usar

  1. Taxas de rotatividade: Uma alta taxa de rotatividade pode indicar insatisfação dos funcionários e problemas no ambiente de trabalho.
  2. Pesquisas de engajamento e satisfação: Realizar pesquisas regulares de engajamento e satisfação sobre níveis de estresse, equilíbrio entre vida pessoal e profissional, entre outros aspectos do bem-estar.
  3. Taxas de absenteísmo: Monitorar as taxas de absenteísmo pode identificar se os funcionários faltam por problemas de saúde ou estresse relacionado ao trabalho.
  4. Feedback de saúde e bem-estar: criar um canal para os funcionários comentarem sobre programas de bem-estar, benefícios de saúde e outras iniciativas.
  5. Participação em programas de bem-estar: medir a participação e o envolvimento dos funcionários em atividades físicas, sessões de mindfulness ou workshops de gerenciamento de estresse, podem ajudar a avaliar o interesse e a eficácia dessas iniciativas.

Embora esses aspectos possam ser abordados internamente, ao trazer uma consultoria externa para avaliações de clima, você reduz a influência dos vieses internos no processo avaliativo e promove também um canal ainda seguro e confidencial aos funcionários.

Conte com a Pyou para ajudar sua empresa a melhorar o ambiente de gestão de pessoas.

Há diferentes metodologias e processos que podem fazer a diferença.

4 ações para melhorar o bem-estar

  1. Promova uma cultura de apoio e respeito mútuo em que os funcionários se sintam valorizados, ouvidos e apoiados. Lideranças treinadas em comunicação não violenta e em práticas de feedback são fundamentais para manter o engajamento dos times.
  2. Implemente programas de bem-estar que abordem aspectos físicos, mentais, emocionais e sociais da saúde dos funcionários. Quando foi a última vez que o pacote de benefícios da empresa foi revisado? Será que ele está atendendo as necessidades dos colaboradores atuais e daqueles que a empresa quer atrair? 
  3. Avalie a possibilidade de opções de trabalho flexíveis. O trabalho remoto não é uma realidade para muitas empresas, porém pequenos ajustes nos horários podem ser suficientes para atender as necessidades dos funcionários sem prejudicar as entregas e o atendimento da empresa.
  4. Estabeleça canais de comunicação transparentes para que os funcionários se sintam confortáveis ​​em falar de preocupações e sugestões de bem-estar. Canais de denúncias, portais de comunicação internos e processos de diligência são cruciais para mitigar problemas de employee experience e para manter o ambiente corporativo saudável.

Ter lideranças alinhadas com a cultura e as diretrizes do negócio faz toda a diferença no processo de atingimento de resultados. Afinal, os líderes devem ser capazes de gerir e motivar seus times em direção aos resultados, porém sempre com cuidado e atenção à pessoa por trás da cadeira ocupada.

Para ter assertividade com seus processos seletivos de liderança, conte com a Pyou: 1 em 3 candidatos enviados é contratado.  

Nossos clientes ainda se beneficiam de apoio contínuo no desenvolvimento das lideranças.

Investir em gestores alinhados com o negócio é uma estratégia necessária para impulsionar o sucesso a longo prazo e a Pyou pode te ajudar.

Para receber mais dicas siga nossas páginas no Instagram e no LinkedIn. Confira outros artigos no blog da Pyou