Um relatório feito pela consultoria BDO mostra que a geração Z tem mais interesse em setores como tecnologia, mídia e telecomunicações, ciências e farmacêutica e finanças. Áreas tradicionais, como a construção e indústria, acabam chamando menos atenção dos jovens. 

Isso acontece porque essas empresas muitas vezes são percebidas como menos inovadoras e menos atrativas em comparação com as de tecnologia e startups. Além disso, a busca pelo equilíbrio entre vida e trabalho, além de pautas como sustentabilidade e inclusão, acabam afastando os novos profissionais por conta de uma imagem que ainda está forte no imaginário deste público. 

Mas essas empresas possuem vantagens que podem ser exploradas para atrair jovens promissores. 

Marca empregadora e cultura organizacional

Um movimento essencial é a modernização da imagem dessas empresas. Além de atualização da identidade visual e a presença nas mídias sociais, é importante que a empresa mostre ao público como é o ambiente de trabalho.

Muitas empresas dos setores tradicionais do agro, indústria, energia e construção civil estão se reinventando com novas práticas ligadas à sustentabilidade e diversidade, mas acabam não levando essas mensagens para fora dos seus escritórios, o que dificulta a mudança de percepção dos talentos. 

Mostrar que a empresa está disposta a abraçar a inovação e a adaptar-se às mudanças do mundo do trabalho desperta o interesse de jovens profissionais.

Oportunidade de crescimento e aprendizado contínuo

Outra dificuldade encontrada pelas empresas de setores tradicionais é preencher cargos em áreas como, por exemplo, a comunicação. Muitos profissionais acreditam que nesses setores tradicionais não terão oportunidades de crescimento em seus campos de atuação.   

Oferecer um plano de carreira e mostrar as oportunidades de crescimento é essencial para atrair jovens talentos. A possibilidade de progredir e assumir responsabilidades maiores é o que boa parte desses profissionais busca no mercado de trabalho.

Jovens profissionais também valorizam oportunidades de aprendizado e desenvolvimento contínuo. Além de apresentar as possibilidades de evolução profissional dentro da organização, as empresas tradicionais podem oferecer programas de treinamento, workshops e mentorias para aprimorar habilidades. 

Uma vantagem competitiva é mostrar que nessas companhias existe a possibilidade de trabalhar ao lado de profissionais experientes, o que é uma chance ainda maior de aprendizado e evolução de carreira.

Flexibilidade e equilíbrio 

A busca por equilíbrio entre trabalho e vida pessoal é uma prioridade para muitos jovens profissionais. Empresas tradicionais ainda carregam uma percepção que esses jovens têm de pais e avós que trabalharam nesses setores. 

Para atrair talentos da geração Z, uma alternativa é a oferta de trabalhos flexíveis, nos modelos remoto, híbrido ou com a possibilidade de horários alternativos. Isso demonstra a compreensão do cenário atual e a vontade da empresa em atender as necessidades pessoais de seus funcionários.

Responsabilidade social, valores e propósito

Jovens profissionais estão cada vez mais ligados às questões sociais e ambientais. Empresas tradicionais podem atrair talentos ao demonstrar o compromisso com a ideia de colaborar para a sociedade e a criação de ações que reduzem o impacto negativo ao meio ambiente.

Salário e novos benefícios

Estudos mostram que boa parte das empresas mudaram os benefícios que oferecem aos seus funcionários. A forma de entregar esses benefícios também tem se transformado. Uma pesquisa da Pluxee, antiga Sodexo Benefícios e Incentivos, mostra que 56% das empresas brasileiras utilizam pagamentos digitais para benefícios trabalhistas.

Embora o dinheiro não seja o único fator motivador, oferecer salários e benefícios atrativos é importante para atrair jovens profissionais. Isso inclui planos de saúde, benefícios de aposentadoria, programas de bem-estar e bônus de desempenho.

O fato é que as empresas de setores tradicionais têm um enorme potencial para atrair jovens profissionais talentosos. Mas é necessário reformular as abordagens e estratégias para questões que esses talentos valorizam. 

Mostrar como é o dia a dia de trabalho, modernizar a imagem, promover um ambiente colaborativo e de aprendizado, oferecer flexibilidade, destacar o propósito da empresa, criar oportunidades de crescimento e oferecer benefícios competitivos são passos fundamentais para alcançar esse objetivo. 

Para receber mais dicas siga nossas páginas no Instagram e no LinkedIn. Confira outros artigos no blog da Pyou