Nos últimos tempos, CEOs, líderes de recursos humanos e das mais diferentes áreas, passaram a valorizar o trabalho de diversidade, equidade e inclusão (DEI). 

Neste sentido, o Grupo Lavoropiù, detentor da marca Pyou, deu um passo a frente nas questões de inclusão e igualdade de gênero ao conquistar a certificação internacional ISO 30415:2021 e a certificação italiana Uni Pdr 125/22. Os dois prêmios comprovam o compromisso da empresa com a igualdade de gênero e a diversidade.

Angela Balducci, Gerente de Sustentabilidade do Grupo Lavoropiù falou sobre a importância desses reconhecimentos:

“Para nós, este duplo reconhecimento representa um ponto de partida para disseminar cada vez mais um círculo virtuoso sobre as questões da inclusão e igualdade de oportunidades no nosso tecido organizacional, envolvendo também os nossos clientes e parceiros. Queremos ter um impacto nessas questões que vá muito além dos limites da empresa para desenvolver contextos sociais mais inclusivos e, portanto, sustentáveis”

A executiva também explicou que essas iniciativas refletem o desejo de medir o impacto e identificar novas áreas de melhoria dentro da organização.

Mas como é possível tornar uma empresa mais inclusiva? 

Benefícios da Diversidade

Uma pesquisa da McKinsey & Company (“Diversity Matters”) realizada com mais de 1.000 empresas em 12 países conseguiu quantificar as vantagens de se investir em diversidade.

No relatório, dois exemplos ajudam a mostrar que os benefícios impactam diretamente os resultados financeiros. As empresas com maior diversidade de gênero tiveram um 15% mais lucratividade em relação às empresas com baixa diversidade. Já a diversidade étnico-racial, trouxe uma performance 35% melhor para as organizações.

Além disso, é possível identificar no estudo que a diversidade também melhora a tomada de decisões, a inovação e a criatividade, a visão do cliente e outro fator decisivo para o RH: a atração e a retenção de talentos. 

A inclusão está a um passo à frente

A diversidade é fundamental, mas sozinha não é suficiente. A inclusão é o que permite que os benefícios sejam efetivamente alcançados.

No entanto, as estratégias para promover a inclusão podem variar de acordo com a empresa. Cabe ao profissional de recursos humanos partir da realidade da empresa para adaptar os planos táticos com cultura e as especificidades da sua organização.

Inclusão desde o início do processo

A primeira etapa para uma empresa mais inclusiva são as políticas de recrutamento. Minimizar o viés inconsciente nos processos de seleção, estabelecer metas de diversidade e garantir que a descrição das vagas seja neutra e acolhedora para todos.

Treinamento da liderança

Todos os funcionários, especialmente aqueles que estão envolvidos nas decisões de contratação, precisam entender sobre o tema. O treinamento pode abordar questões culturais, o preconceito inconsciente, a comunicação inclusiva e a importância das múltiplas visões estimuladas por diferentes identidades e perspectivas.

Acompanhamento e aperfeiçoamento 

Cabe a equipe de recursos humanos analisar os processos e políticas existentes na empresa para identificar possíveis barreiras à inclusão. Muitas vezes, o gargalo está nas políticas de licença parental, nos programas de desenvolvimento de carreira para grupos sub-representados ou até mesmo em medidas estruturais do ambiente de trabalho, como a acessibilidade física e digital.

Criação de grupos de afinidade

O RH também pode fornecer espaços seguros para discussão, apoio, colaboração e informação sobre as políticas e práticas da empresa. Uma das possibilidades é a formação de grupos de afinidade, composto por pessoas que compartilham uma identidade ou experiência em comum.

Definição de regras para o dia a dia

O compromisso com a diversidade e a inclusão só existe quando há tolerância zero para qualquer forma de discriminação ou assédio. Incentivar o diálogo aberto e o respeito mútuo entre os funcionários e celebrar a diversidade por meio de eventos e iniciativas colabora para consolidar a prática no cotidiano profissional. 

Para receber mais dicas siga nossas páginas no Instagram e no LinkedIn. Confira outros artigos no blog da Pyou