O “trabalho de Sísifo” é uma das histórias mais conhecidas da Grécia Antiga. Condenado a levar todos os dias uma pedra de mármore ao topo da montanha, Sísifo via o objeto rolar de volta para baixo sempre que concluía seu objetivo. Seu castigo foi ser obrigado todos os dias a repetir o esforço, sempre em vão. 

A sabedoria dos gregos ensinou que poucas coisas são piores do que não haver evolução ou recompensa por um trabalho. Mas com as evoluções tecnológicas e as transformações do mercado nos últimos anos, a estagnação ou a falta de perspectiva profissional se tornou um desafio e, ao mesmo tempo, uma solução.  

De acordo com uma pesquisa da Workplace Intelligence, 74% dos millenials e dos profissionais da geração Z tendem a se demitir caso não encontrem oportunidades de desenvolver novas habilidades. O dado mostra o que os gregos já sabiam: ninguém gosta de empurrar a mesma pedra todo dia. Além disso, ela também nos traz uma nova visão sobre “crescimento de carreira”, que hoje significa mais do que uma promoção.

O significado de crescimento de carreira hoje

Avançar na profissão para ter um salário melhor é uma prioridade quando falamos em evolução profissional. Mas deixou de ser a única razão. 

Adquirir novas competências, alcançar mais equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, encontrar um propósito e ter uma experiência melhor com o trabalho também passaram a ser sinônimos de crescimento de carreira. 

Do ponto de vista do trabalhador, os benefícios de evoluir na carreira são claros. Porém, o que os gestores de recursos humanos devem ter em mente é que investir nesse desenvolvimento traz retorno para as empresas. 

Vantagens do crescimento de carreira para as organizações

O ganho econômico é um benefício imediato. Um estudo do LinkedIn mostra que para quatro em cinco especialistas de recursos humanos, é mais barato treinar um funcionário interno do que contratar um novo profissional. 

As vantagens também aparecem na capacidade de atrair novos talentos e, nesse caso, a conta é simples. A pesquisa da Workplace Intelligence aponta que 9 em cada 10 profissionais em busca de emprego, procuram vagas que ofereçam oportunidades de desenvolvimento profissional. Então, contar com um plano de evolução de carreira estruturado pode colocar sua empresa na frente da concorrência para 90% dos candidatos. 

Além disso, estimular o crescimento de carreira fortalece a retenção. Companhias que possuem projetos de mobilidade interna costumam reter seus funcionários por, em média, 5,4 anos. Duas vezes mais do que as organizações que não olham para esse fator com a mesma atenção. 

E tem mais: o engajamento melhora. Afinal, saber que seu esforço pode levar a tarefas e caminhos diferentes dentro da mesma empresa, faz com que os funcionários reduzem o absenteísmo, elevem a produtividade e fidelizem mais clientes. 

Como estimular o crescimento de carreira

A promoção continua como uma das principais formas. Treinar profissionais e estimular que eles desenvolvam habilidades para assumir novas posições é uma estratégia eficiente. O aprendizado pode se dar em plataformas digitais, em workshops e treinamentos virtuais ou presenciais, programas de coaching, equipes de aprendizado, além de diagnósticos oferecidos pela empresa. 

Mais do que oferecer possibilidades de promoção, o treinamento e a capacitação abrem portas para outras possibilidades de desenvolvimento. Muitas vezes, o crescimento de carreira está em ocupar diferentes postos e realizar tarefas diversas que se convertem em experiências enriquecedoras. 

O mais importante para as empresas é identificar o ponto de encontro o desenvolvimento profissional e suas necessidades. Com objetivos de negócios claros, fica mais fácil compreender em quais posições e lideranças é preciso dedicar mais esforço e quais as habilidades devem ser priorizadas nos treinamentos e programas de aprendizado.

Ao desenhar o caminho para que os funcionários cresçam na carreira e a empresa consiga cumprir com suas metas, é possível ter um plano de carreira realista, capaz de melhorar o desempenho da organização e aumentar satisfação dos seus profissionais.

Para receber mais dicas siga nossas páginas no Instagram e no LinkedIn. Confira outros artigos no blog da Pyou