Mais tecnologia, inovação e capacidade de adaptação é o que todas as empresas querem para 2022. Mas para que esses objetivos sejam alcançados há um fator determinante em todos eles: as pessoas. 

Qualquer transformação bem sucedida depende cada vez mais de contar com os profissionais certos. Apesar da taxa de desemprego estar em 13,2%, a oferta não significa mais facilidade para encontrar a pessoa adequada para aquela vaga que fará a diferença no seu negócio. 

Por isso, antes de sair em busca de talentos, na hora do planejamento é importante que exista sincronia entre as áreas de negócio e a de recursos humanos. Assim fica mais fácil entender quais as prioridades da empresa, definir um modelo mais vantajoso e, claro, contar com parceiros que sejam capazes de cumprir as expectativas. Importante: fique atento também se a empresa também está de acordo com a LGPD.

Confira os principais serviços de recursos humanos e como eles podem ajudar você a decolar em 2022:

Crescimento e reestruturação

Para quem já entendeu que precisa aumentar a equipe ou reformular os times para o ano seguinte, o planejamento já deve estar em seus últimos retoques. Mas antes de fechar uma parceria, é importante verificar alguns pontos no trabalho de recrutamento e seleção. Tempo e dinheiro sempre são fatores essenciais e, na hora de contratar, alguns detalhes fazem muita diferença no resultado. Publicar as oportunidades nas plataformas que possuem o perfil das vagas e ter uma assistência na fase de negociação entre as partes ajudam muito a otimizar o tempo da área de recursos humanos. Também nunca é demais lembrar que uma contratação errada também é sinônimo de prejuízo. Por isso, realizar uma análise prévia da organização, cultura e demandas empresariais, contar com o auxílio na elaboração das descrições de vagas e follow up durante a adaptação do colaborador são essenciais para reduzir o turnover e, consequentemente, aumentar o retorno de investimento. 

Além das fronteiras

Se o crescimento da sua empresa está em direção a outros países, você precisará de serviços dedicados à internacionalização. Para isso, é fundamental que você tenha um parceiro de recursos humanos capaz de realizar uma ponte cultural e técnica entre sua empresa e os candidatos de outras regiões, além de uma equipe que possa fazer entrevistas e negociações em diversos idiomas. Há detalhes comportamentais que fazem a diferença: como abordar pessoas de outras culturas? O valor do salário é apresentado no início ou no fim do processo? Como conseguir retorno e assertividade dos candidatos? Esses cuidados economizam tempo e aumentam a assertividade da contratação. 

Novos modelos, mais oportunidades

Tanto para quem quer aumentar sua equipe localmente ou em outras regiões, há diferentes modelos que podem se ajustar de acordo com a necessidade das empresas. Para projetos pontuais como migrações de sistemas, vale à pena apostar no Body Rental. É um modelo voltado especificamente para a tecnologia que permite a alocação de profissionais para prestação de serviços especializados. Neste formato de serviço a empresa ganha na facilidade de gestão de todos os aspectos administrativos e no gerenciamento contratual. Aliás, por falar em gestão, a terceirização também é um modelo que traz muita rapidez e flexibilidade para quem precisa crescer e não pode esperar. Nesta modalidade de contratação é possível contar com profissionais no quadro de colaboradores das empresas sem que elas precisem de um grande esforço jurídico ou burocrático. É muito menos impacto na gestão administrativa.