4 razões para os líderes estarem nas redes sociais

Por muito tempo as empresas resistiram à ideia de que as redes sociais poderiam trazer mais vantagens do que problemas. Se você perguntar para quem está há mais tempo no mercado de trabalho, verá que em muitos lugares o acesso às principais plataformas foi bloqueado nos computadores de trabalho por anos. É possível que em alguns lugares ainda seja. 

Mas entre tantas mudanças que exigem rápida adaptação das empresas, incentivar a presença digital dos líderes têm se tornado uma preocupação para quem está de olho nas transformações do mundo do trabalho. Não é só porque as redes sociais se tornaram uma extensão natural das nossas vidas, mas também porque muitas marcas começaram a entender como tirar proveito de uma atividade bem planejada nas plataformas sociais. Especialmente no caso do LinkedIn, que é a maior rede profissional do mundo, e no Brasil conta com mais de 50 milhões de usuários. 

Um dos motivos é um conceito chamado marca empregadora (employer branding). Com o engajamento de líderes e funcionários, as empresas entenderam que conseguem mais exposição, atratividade e credibilidade. Por isso, fizemos uma lista de 4 benefícios que uma presença digital consistente pode trazer para sua empresa.

Confiança

De acordo com o relatório Edelman Trust Barometer de 2021, a confiança se tornou o principal capital das marcas. 79% dos consumidores afirmam que é mais importante confiar nas empresas que consomem do que era anos atrás. Para o grupo mais jovem, entre 18 a 34 anos, esse valor é ainda mais presente, chegando a 85% dos consumidores que veem a confiança como fator decisivo para as compras. Por isso, contar com líderes que se comuniquem com clareza e transparência nas redes é uma forma eficaz de estar mais perto das pessoas e fortalecer esse atributo. 

Proximidade

Você pode até não gostar de passar horas nas redes sociais, mas precisa admitir que em algum momento elas já facilitaram seu contato com alguém. Sim, uma das grandes vantagens das redes sociais é reduzir distâncias. Quando pensamos nas empresas, os líderes que mantêm uma atividade regular nas redes sociais se tornam pontos de contato com o público. Eles levam as mensagens-chave com um tom mais humano e aumentam a proximidade com clientes e consumidores. E é bom que se diga, o brasileiro se importa com isso mais do que o resto do mundo. De acordo com a pesquisa da Interpublic, 76% dos brasileiros afirmam que ter mais informações sobre as empresas aumenta sua satisfação com as marcas. 

Propósito

É cada vez mais difícil encontrar uma empresa que não busque um propósito em qualquer que seja seu modelo de negócio. É importante mostrar que a empresa pretende, mais do que vender um produto ou serviço, ter uma relação que traga benefícios para toda a sociedade. Inclusive, o propósito influencia muito nossa primeira métrica deste artigo: a confiança. Mas não basta apenas ter um propósito, é preciso comunicá-lo com clareza. E quando os líderes das empresas falam sobre isso diretamente para as pessoas, com exemplos práticos e com sua própria vivência, fica muito mais fácil acreditar que esse propósito não está apenas na página institucional da empresa. 

Talentos

Apesar de um grande número de desempregados, encontrar a pessoa certa para a função que você precisa está cada vez mais difícil. Por isso, contar com líderes que transmitam nas redes sociais os valores e a cultura de uma empresa, ajuda muito na atração de talentos e na consolidação da marca empregadora. É como se os líderes que atuam no LinkedIn abrissem um pouco as portas das organizações para o profissional que está de fora poder olhar e conhecer melhor um lugar que ele pode fazer questão de se candidatar e vir a trabalhar um dia.

Para receber mais dicas siga nossas páginas no Instagram e no LinkedIn

Confira outras artigos no blog da Pyou